Escravos da tecnologia?

Encontre na trademinas a solução

15 jul
15
naose

Hoje em dia somos bombardeados de informações e temos acesso privilegiado a todos os tipos de mídia e novas tecnologias, mas somos muitas vezes submergidos por essa abundância. Transformamo-nos em escravos da comunicação ou das mídias de informação”, explica a diretora do museu, Jacqueline Strauss.

A escravidão, como menciona a diretora, pode ser uma característica típica do vício da internet, segundo a psicóloga especialista em internet, Luciana Ruffo, do Núcleo de Pesquisa de Psicologia em Informática da PUC/SP. De acordo com ela, o vício é caracterizado não pelo tempo de uso da tecnologia, mas pelo uso que se faz da tecnologia. “Uma pessoa que deixa de comer, sair ou dormir está viciada. Ela perde rendimento no trabalho ou escola devido ao cansaço gerado pela conexão”, diz a psicóloga. “Também é comum que o viciado só fale sobre internet e até sonhe com coisas relacionadas à tecnologia”, completa.

Devemos no nosso ambiente atual desenvolver a capacidade de nos limitar e limitar aqueles que estão sobre os nossos olhos para que a tecnologia não nos aliene e nos torne seus robôs. Sendo assim concordamos que a tecnologia está disponível não apenas como fonte de evolução, mas também traz a humanidade para um processo retrógrado.

Fonte: Olhar Digital