Tempo de atenção das pessoas é menor do que o do peixe dourado, diz Microsoft

Encontre na trademinas a solução

19 mai
15

Segundo a microsoft o desvio de atenção nas atividades do dia-a-dia, sejam profissionais ou pessoais está cada vez menor. De acordo com o estudo realizado no Canadá o tempo médio de concentração do ser humano é menor do que o do peixe dourado, que é apenas de 9 segundos.

A pesquisa monitorou 2 mil participantes e estudou a atividade cerebral de mais 112 pessoas através do eletroencefalograma. De acordo com a empresa, desde o ano 2000, quando a chamada “revolução móvel” começou, o tempo médio de atenção das pessoas caiu de 12 para 8 segundos

O fato é que, temos um cenário que pode ser descrito como um “oceano de meio metro”, onde a internet, e a facilidade de busca por conhecimento é tão grande que as pessoas não conseguem manter o foco em determinadas situações/atividades, tendo como consequência a desmotivação e o desinteresse de aprofundamento em determinados assuntos.

Do lado positivo da pesquisa, o relatório diz que a nossa capacidade de realizar diversas tarefas melhorou drasticamente na era móvel. De acordo com os pesquisadores essa modificação é resultado da capacidade do cérebro de se adaptar e mudar ao longo do tempo.

A pesquisa também mostrou diferenças entre as gerações sobre o uso de dispositivos móveis. Questionados, 77% dos entrevistados com idade entre 18 e 24 anos responderam “sim” para a afirmação “quando nada está ocupando minha atenção, a primeira coisa que faço é pegar o meu telefone”, em comparação a apenas 10% das pessoas com mais de 65 anos que responderam o mesmo.

 

Fonte: Time